"Que te devolvam a alma homem do nosso tempo. Pede isso a Deus ou às coisas que acreditas: à terra, às águas, à noite desmedida. Uiva se quiseres, ao teu próprio ventre se é ele quem comanda a tua vida, não importa... Pede à mulher, àquela que foi noiva, à que se fez amiga. Abre a tua boca, ulula, pede à chuva. Ruge como se tivesses no peito uma enorme ferida, escancara a tua boca, regouga: A ALMA. A ALMA DE VOLTA." (Hilda Hilst)

01/10/2015

Workshop "O Caminho do Xamã" em Lisboa!!!

É com grande alegria que comunico a vocês que foi confirmada a data do meu worksho pré-congresso de Arteterapia na Sociedade Portuguesa de Arteterapia - SPAT: 23/10! Estão todos convidados!!!
23 Outubro . 6ª feira das 19 às 22hs na sede da SPAT (Sociedade Portuguesa de Arte Terapia)
 
O CAMINHO DO XAMÃ: OS 4 ELEMENTOS NA ARTE PSICOTERAPIA E NA ARTETERAPIA

 Arte-Terapeuta: Patrícia Pinna Bernardo (USP/UNIP - Brasil)
 
FICHA DE INSCRIÇÃO: http://goo.gl/forms/IrN0xjWgMr
Inscrições limitadas! (Não é preciso estar inscrito no Congresso)
 
Os rituais que ainda persistem em nossos dias esvaziaram-se de seu conteúdo simbólico, deixando por isso de cumprir sua função ordenadora e integradora da vida psíquica, cultural e social. Podemos, no entanto, resgatar o potencial contido nesses rituais, se os adequamos à realidade do homem atual, ajudando-o, assim, a vislumbrar um sentido mais amplo e aprofundado para as questões com as quais se depara em sua jornada pessoal. Uma das formas de se viabilizar esse processo é trabalhar com os temas: - Os rituais de iniciação e passagem e o homem atual; A Roda de Cura Indígena; Sincronicidade; Mitos indígenas e Mitologia pessoal – através do formato de um jogo arteterapêutico.
Ao trabalhar com elementos que correspondem tanto à natureza humana quanto à planetária (ao meio ambiente), os diversos recursos arteterapêuticos, que podem ser associados aos quatro elementos da natureza – Terra, Água, Fogo, Ar – e às quatro funções da consciência – Pensamento, Sentimento, Intuição, Sensação - proporcionam a ampliação da consciência de si, do outro e do mundo, desenvolvendo a nossa capacidade de nos posicionar de maneira responsável, ética e criativa em nossas relações. Do encontro e trabalho conjunto entre a consciência, com seus atributos e funções, e o inconsciente, como um reservatório de possibilidades ainda não atualizadas, nascem e concretizam-se novas configurações existenciais, emergindo daí os contornos de nossa mitologia pessoal, ancorada na ancestralidade de nossa psique.

Nenhum comentário: