"Que te devolvam a alma homem do nosso tempo. Pede isso a Deus ou às coisas que acreditas: à terra, às águas, à noite desmedida. Uiva se quiseres, ao teu próprio ventre se é ele quem comanda a tua vida, não importa... Pede à mulher, àquela que foi noiva, à que se fez amiga. Abre a tua boca, ulula, pede à chuva. Ruge como se tivesses no peito uma enorme ferida, escancara a tua boca, regouga: A ALMA. A ALMA DE VOLTA." (Hilda Hilst)

14/02/2009

Trancoso... um lugar onde me sinto em casa!

Escolhi que o meu novo Ano Novo seria em Trancoso... e não me arrependi! Afinal, escolhi ir para lá porque cheguei à conclusão que lá é um lugar onde me sinto em casa, abraçada pelo seu verde e mel, abençoada por Iemanjá, que recebe amorosamente quem a visita por lá vestida com seu lindo manto azul turqueza com rendas prateadas e brancas, espumante reluzência... A beleza de Trancoso enche a minha alma de esperança, e a espelha, me colocando diante de mim mesma, do meu melhor, da minha essência...
Fiquei 10 dias por lá, e como presente trouxe o sol na minha pele, o mar nas minhas veias, alento no meu coração...



RECEITA DE CASA
Uma casa deve ter varandas
para sonhar, cantos para chorar,
quartos para os segredos
e a ambivalência.
Um amor precisa espaço de voar,
liberdade para querer ficar,
alegria, e algum desassossego
contra o tédio.
Não se esqueçam os danos a cobrir,
o medo de partir, e o dom de surpreender
- que é a sua essência.
(Lya Luft)

Nenhum comentário: