"Que te devolvam a alma homem do nosso tempo. Pede isso a Deus ou às coisas que acreditas: à terra, às águas, à noite desmedida. Uiva se quiseres, ao teu próprio ventre se é ele quem comanda a tua vida, não importa... Pede à mulher, àquela que foi noiva, à que se fez amiga. Abre a tua boca, ulula, pede à chuva. Ruge como se tivesses no peito uma enorme ferida, escancara a tua boca, regouga: A ALMA. A ALMA DE VOLTA." (Hilda Hilst)

23/12/2010

Que você tenha um lindo Natal! E convide sua criança a festejar com você o milagre da Vida!

"O futuro nascimento da criança divina que, em conformidade com a divina tendência à encarnação, escolherá como lugar de seu nascimento o homem empírico ...(Este) processo metafísico é conhecido na psicologia do inconsciente como processo de individuação" (Jung)

Em todos os meus 5 livros, faço agradecimentos ou dedicatória às crianças, e o Natal existe por elas e para elas!!!
Trancrevo então aqui a dedicatória do meu livro 4 a elas: "às crianças, que revelam em seu olhar e em seu sorriso a face mais bela do Criador. Que elas sempre possam estar protegidas e cobertas pelo manto da divina Graça, e serem tratadas com amor e respeito pelos adultos que a cercam, que deveriam reconhecer nelas os seus mais sábios e prestimosos mestres".
Dedico o meu Natal a elas, que (como escrevo nos agradecimentos do meu livro 1): "com seu sorriso generoso, seu coração sempre aberto e seu olhar brilhante me mostram que a voda pode ser bela, leve, alegre e divertida...
Que Deus as abençoe sempre!"
________________
“Se quisermos festejar o Natal
De modo cristão,
deveá existir
Em nós próprios um
Pastor e um Rei.

Um Pastor que ouve o que outras
Pessoas não ouvem, e que
Com todas as formas de dedicação
More logo abaixo do céu estrelado;
A esse Pastor, anjos anseiam por
Revelar-se.
_
E um Rei que distribua dádivas;
Que não se deixa guiar por nada mais
A não ser pela estrela das alturas.
E que se põe a caminho,
Para ofertar todas as suas dádivas
Ao pé de uma manjedoura.
_
Mas além do Pastor e do Rei
Deverá existir também em nós, uma
Criança
Que quer nascer agora!”

(R. Steiner)

Um comentário:

Galáxia de meus anseios disse...

Parabéns, mestra e amiga. Que seu natal seja tão esfusiante quanto Steiner revelou! Beijos. Te amo.Feliz Ano Novo. Com carinho, Nilce Helena.